fbpx

Nossa Senhora Aparecida

  • Festa litúrgica: 12 de outubro
  • Padroeiro (a): Do Brasil, das grávidas e recém-nascidos, dos rios e mares, do ouro, do mel, da beleza, dos rodeios, dos peões e dos vaqueiros.
Nossa Senhora da Conceição Aparecida, também conhecida como Nossa Senhora Aparecida, é representada por uma estátua de terracota de Nossa Senhora da Imaculada Conceição. Atualmente, essa imagem se encontra na Catedral Basílica de Nossa Senhora Aparecida, localizada em Aparecida, São Paulo.

Segundo os registros, a imagem apareceu na segunda metade de outubro de 1717, em Porto do Iguaçu, arredores de Guaratinguetá. Devido à comemoração inesperada da visita do governante da capitania, os pescadores Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso navegaram o Rio Paraíba do Sul em busca de peixes para a festa. Depois de diversas tentativas infrutíferas, lançaram suas redes em Porto do Iguaçu e, ao recolhê-las, encontraram o corpo de uma santa. Ao fazê-lo novamente, acharam a cabeça. A partir desse momento, a imagem se tornou muito pesada, e os peixes foram tantos, que os três tiveram que voltar para o porto para não afundarem seus barcos, o que é tido como seu primeiro milagre.

Por quinze anos, a imagem ficou na residência de Filipe Pedroso que, aos poucos, não conseguiu mais comportar os fieis. Durante esse período, a devoção cresceu e houve relatos de diversos milagres, tanto que, em 1745, a primeira capela oficial, construída no morro dos Coqueiros para abrigar a estátua, foi aberta para visitação pública.

A crença nos poderes de Nossa Senhora se espalhou pelos quatro cantos do país e até mesmo Dom Pedro II, antes de se tornar imperador do Brasil, visitou sua capela. Cem anos depois, a construção da Basílica Velha foi iniciada e, em 8 de dezembro de 1888, concluída. A pedra fundamental da Basílica Nova foi lançada em 1946 e foi consagrada por João Paulo II em 1980.

A coroa de ouro, cravejada de rubis e diamantes, e o manto azul, bordado em ouro e pedrarias, símbolo de sua realeza, foram ofertados pela princesa Isabel, em 1888, como pagamento de uma promessa feita vinte anos antes.

Nossa Senhora Aparecida recebeu o título de Padroeira do Brasil, em 1904, quando passou a usar a coroa e o manto doados pela princesa; de Rainha do Brasil, em 1930; e de Generalíssima do Exército Brasileiro, em 1967. Para comemorar a devoção, o Santuário recebeu a condecoração papal chamada Rosa de Ouro em 1967, 2007 e 2017. Em 2004, ano do centenário da coroação, promoveu-se um concurso de design para a confecção de uma nova coroa, que foi confeccionada em ouro e pedras preciosas, que é a que se encontra atualmente na imagem.

Sua simbologia é a mesma da Nossa Senhora da Imaculada Conceição, ou seja, a lua sob seus pés significa que a luz de Maria vem de Jesus e leva a ele. Como Nossa Senhora foi concebida sem pecado, ela brilha, como a lua, refletindo a luz de seu filho, que é o sol que ilumina a escuridão, que é a humanidade e seus pecados. A serpente esmagada sob seus pés se refere à vitória sobre o demônio; as nuvens e os anjos demonstram que ela está no céu, onde é rainha, daí o manto e a coroa, que é adornada com uma cruz para demonstrar que tudo advém de seu filho; e suas mãos cruzadas sobre o coração nos dizem que toda oração também deve envolver emoção, ou seja, o coração.
Ó incomparável Senhora da Conceição Aparecida, Mãe de Deus, Rainha dos Anjos, Advogada dos pecadores, refúgio e consolação dos aflitos e atribulados, Virgem Santíssima, cheia de poder e de bondade, lançai sobre nós um olhar favorável, para que sejamos socorridos por vós, em todas as necessidades em que nos acharmos. Lembrai-vos, ó clementíssima Mãe Aparecida, que nunca se ouviu dizer que algum daqueles que têm a vós recorrido, invocado vosso santíssimo nome e implorado vossa singular proteção, fosse por vós abandonado.

Animados com esta confiança, a vós recorremos. Tomamo-nos de hoje para sempre por nossa Mãe, nossa protetora, consolação e guia, esperança e luz na hora da morte.
Livrai-nos de tudo o que possa ofender-vos e a vosso Santíssimo Filho, Jesus. Preservai-nos de todos os perigos da alma e do corpo; dirigi-nos em todos os negócios espirituais e temporais.
Livrai-nos da tentação do demônio, para que, trilhando o caminho da virtude, possamos um dia ver-vos e amar-vos na eterna glória, por todos os séculos dos séculos. Amém.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp