fbpx

Nossa Senhora de Guadalupe

  • Festa litúrgica: 12 de dezembro
  • Padroeiro (a): Da América Latina, do México, das Filipinas, da Província de Cebu, do Treinamento de Liderança Cristã e das crianças que ainda não nasceram.
Em 1531, Nossa Senhora apareceu para Juan Diego, um indígena convertido e que foi canonizado em 2002, na colina de Tepeyac. Durante a visão, ela pediu que ele fosse até o bispo e que intercedesse pela construção de um santuário no local. O bispo, cauteloso, pediu a Juan algum sinal que confirmasse o pedido. Em uma nova aparição, Juan Diego confessou a desconfiança do bispo, e Nossa Senhora pediu que ele subisse a colina e pegasse flores, um pedido muito curioso, pois era inverno, época em que as plantas não floresciam. Chegando lá, Juan encontrou muitas rosas de Castilla, que guardou em seu manto, chamado tilma, e entregou ao bispo que, ao abri-lo, foi surpreendido não só pelas flores, mas também por uma imagem da Virgem, que ficou conhecida como Nossa Senhora de Guadalupe. Nela, Nossa Senhora é retratada como uma mulher de pele mestiça, que veste uma túnica rosa e um manto cerúleo enfeitado com estrelas de oito pontas, rodeada por raios solares. Seus pés se apoiam em uma lua crescente escurecida, uma representação das forças do mal, e é carregada por um anjo querubim.
Ó Deus, que nos destes a santa Virgem Maria para amparar-nos como mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da paz. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp