fbpx

São Lourenço

  • Festa litúrgica: 10 de agosto
  • Padroeiro (a): Dos diáconos.
São Lourenço nasceu em 225 e morreu em 10 de agosto de 258. Era diácono, ou seja, cuidava das finanças da Igreja e distribuía esmolas. Com o decreto de Valeriano, imperador romano, em 257, iniciou-se a perseguição aos cristãos, que culminou com a decapitação do Papa Sisto II. Depois disso, o imperador deu um prazo de três dias para que as riquezas da Igreja fossem entregues a ele e, ao final do prazo, São Lourenço apareceu diante dele com outros cristãos, que eram a verdadeira riqueza da Igreja. Por este motivo, foi condenado a ser queimado vivo em uma grelha, um objeto que aparece frequentemente em sua representação. Seu corpo foi sepultado na Via Tiburtina, onde uma basílica foi erguida, e, no lugar de seu suplício, uma igreja foi construída.
Em sua imagem, a casula, ou estola, vermelha corresponde ao seu martírio; a túnica branca representa a pureza de seu coração; a palma em sua mão simboliza a vitória da vida sobre a morte; o livro corresponde ao seu zelo para com os bens da Igreja e também o Evangelho; e a fogueira é o símbolo de seu martírio e morte.
Ó Deus, o vosso diácono Lourenço, inflamado de amor por vós, brilhou pela fidelidade no vosso serviço e pela glória do martírio; concedei-nos amar o que ele amou e praticar o que ensinou. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp